Quem eu sou

Minha foto
Patos, Paraíba, Brazil
A Juventude Missionária se dá a conhecer como um grupo voluntário com uma proposta de evangelização a serviço da Igreja Católica. Não é um movimento nem uma pastoral; é um grupo de jovens missionários ligados à POM (Pontifícias Obras Missionárias). Nosso objetivo principal é unir-nos ao mandado de Jesus Cristo: "Ide pelo mundo e pregai o evangelho!" (Mc 16, 15). Nosso trabalho se realiza, basicamente, através da organização de Missões de evangelização rurais e urbanas e outras atividades de formação, defesa da fé e promoção das devoções e tradições populares. A JM busca despertar na juventude de hoje o desejo e a consciência da necessidade de ser um orientador aos irmãos na fé, de ser transmissor da mensagem de Cristo, de fundamentar sua fé e sua confiança na doutrina da Igreja e de ser um jovem reflexivo, com rica vida de oração. Trata-se de uma grande oportunidade para jovens que desejam fazer algo a mais pela Igreja e trabalhar a serviço dos mais necessitados. Jovens que queiram vivenciar este carisma devem ter idade entre 15 e 30.

segunda-feira, 3 de julho de 2017

JUVENTUDE MISSIONÁRIA REALIZA MISSÃO EM COMUNIDADE RURAL - SERROTA


No dia 21 de maio de 2017, a Juventude Missionária da Paróquia de Nossa Senhora de Fátima, Diocese de Patos - PB, realizou mais uma missão, desta vez os jovens integrantes da JM partiram em direção a comunidade rural chamada Serrota, pertencente a mesma paróquia e diocese supra citada. 

A comunidade Serrota possui um grande aglomerado de famílias, porém, com uma certa distância entre as casas, mas que abrigam um povo singelo, humilde e de uma fé imensa. Tudo isso levou os jovens missionários a empenhar bastante energia na caminhada em um sol escaldante, em pleno coração do sertão nordestino, contudo, os jovens enfrentaram o desafio com muito vigor e coragem, além do mais, foram gratificados com a paisagem, que em plena caatinga, exibiu a exuberância das maravilhas de Deus na criação, seja nas árvores, nos pássaros, nos rios. (vídeo anexado abaixo mostrando as maravilhas)


Ao todo foram visitadas inúmeras famílias, que receberam os jovens missionários de portas abertas, os jovens missionários constataram inúmeras residências com bastante dificuldades, tais como: a doença, a falta de chuvas e a dolorosa convivência com a seca, o descaso do poder público, os idosos e as crianças que sofrem mais com a saúde debilitada, e as vezes a distância da própria Igreja. Entretanto, o que não foi visto pelos jovens foi a falta de fé e esperança no rosto dessa gente, essa fé estava insculpida nas paredes das residências com as imagens de Jesus e Maria, nos terços simples de madeira e descoloridos pelo tempo em cima de uma bucólica mesa, na oração contida num pequeno encarte de um santo junto a geladeira, ou seja, a fé estava insculpida na paisagem, no rosto e no coração de cada pessoa. 


A missão foi bastante simples e impactante nos corações dos jovens missionários, em uma das residências, por exemplo, uma senhora no auge dos seus 90 (noventa) anos de idade e com um pouco de fraqueza, nos disse que: "sempre aguardava com muito carinho as visitas dos missionários, e que rezava sempre a virgem Maria, na qual é devota", isso levou cada jovem a refletir consigo: como é precioso e relevante o testemunho missionário para com essas pessoas, certamente é nessa hora que o coração da Igreja de Cristo pulsa de alegria. Também foi pertinente lembrar, como é forte a fé do povo sertanejo. Logo, diante de tudo isso era impossível não lembrar uma canção de Luiz Gonzaga, chamada "Ave Maria sertaneja" (vídeo em anexo) que dizia: "Quando bate as seis horas, de joelhos sobre o chão o sertanejo reza a sua oração: Ave Maria, mãe de Deus Jesus, nos dê forças e coragem para carregar a nossa Cruz." O final da missão foi marcada com a celebração da palavra de Deus na capela da comunidade.



No regresso para casa, os jovens missionários atravessaram novamente a pé o Rio Espinharas, assim como na ida, só que dessa vez sob um imenso céu estrelado e muito brilhante, como não costumamos ver nas cidades por conta da poluição luminosa, e assim com os corações cheios de alegria com mais uma missão cumprida, todos contemplaram aquela maravilha de Deus, lembrando o salmo 8, 4 -6: "Quando contemplo o céu, obra de vossos dedos, a lua e as estrelas que lá fixastes, me pergunto: o que é o homem para que com ele te importes? E o filho de Adão para que venha visitá-lo? Entretanto, Vós o fizesse quase igual aos anjos e de glória e honra o coroastes."

Jovens missionários sempre solidários!











"Ave Maria Sertaneja" é uma canção de Luiz Gonzaga que mostra um pouco da tradição e fé do povo nordestino, bem como é exemplo de demostração da piedade popular e a da sua devoção:


As maravilhas que Deus nos mostra na missão vista de um outro ângulo, através de um singela canção do Padre Zezinho - Dizem que é saudades:


video